Colaboradores

Uma média de 180 currículos são enviados todos os meses ao depto de RH que, criteriosamente avalia cada perfil de acordo com as vagas disponíveis.

Por ser uma empresa sólida e estruturada, a Unimed investe na valorização do profissional e reconhece que parte de seu sucesso, se dá a competência e dedicação de todos os seus colaboradores.


Confira abaixo alguns depoimentos:


RAFAEL – Assistente Departamento Jurídico

“É uma satisfação fazer parte desse grupo. A Unimed Presidente Prudente será reconhecida nacionalmente por essa conquista e é gratificante saber que eu tive participação por essa etapa vencida. Eu acredito que são diversos os fatores que fazem a diferença das demais empresas, mas a alegria e o compromisso que cada um possui com a Unimed Presidente Prudente é o que faz a diferença”.



ENIO – Coordenador Administrativo Financeiro

“Nos meus 18 anos de envolvimento com a Unimed eu tenho inúmeros motivos para poder justificar a inserção da Unimed Presidente Prudente na lista das 150 melhores empresas para se trabalhar. Entre os principais motivos eu destaco: possibilidade de crescimento profissional, investimento dos profissionais que aqui trabalham, investimento pesado em tecnologia e tudo isso culminando com o processo de profissionalização que a empresa atualmente passa”.



MARLI – Analista de Contas Médicas

“Sinto orgulhosa de trabalhar em uma empresa que faz parte dentre das 150 melhores do Brasil. É uma empresa que está crescendo e tem muito para oferecer. O diferencial é que tanto colaboradores, fornecedores, beneficiários e prestadores são tratados como parceiros visando à sustentabilidade de todos os agentes e garantindo a confiabilidade da marca Unimed”.



ARMANDO – Supervisor de Suprimentos

“Sinto-me privilegiado de fazer parte do grupo da Unimed de Presidente Prudente sabendo que ela foi selecionada entre as 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil. Eu destaco como fato decisivo a participação de todos os colaboradores da empresa uma vez que foi implantando o profissionalismo dentro dessa cooperativa, investiu-se muito em tecnologia nos últimos três anos, então eu acredito que todo esse contexto realmente vem por parte de uma gestão profissional”.